Renata Cardoso Santana.

13 fev

Eu me vejo na OBRIGAÇÃO, de fazer um post pra ela. Pois, foi com ela, essa amiga maravilhosa, que eu cresci, que eu aprendi a viver, junto com ela! Ela meu, inundou meu quarto com a cozinha mágica de brinquedo, esse é um dos fatos mais marcantes da nossa amizade. Dai depois ela entrou na escola que eu estudei quase sempre, e disse: ”Mas a menina que inundou meu quarto, está estudando na minha escola, meu terreno, território meu, que eu já dominei com minha popularidade apesar da pouca idade?”, pois é, eu era meio popular, agora eu sou COMPLETAMENTE, não do jeito que eue queria ou pela razão que qualquer pessoa sempre quis que tenho esta popularidade. Mas eu estava bem enganada em relação, a Renatinha. Foi bom eu ter alguém que eu conhecia de mais tempo, que já conhecia meus costumes e meus trejeitos, junto comigo na escola. Ela me tirou da ”solidão”, me mostrou a alegria, ficou junto nos meus momentos de tristeza. ESSA É A RENATA. A Renata, que agora quem sabe vá entrar no Tubino Sampaio, mesmo que seja no turno inverso que eu, seria maravilhoso, por ela eu seria capaz de ficar o dia inteiro na escola, só pra ter um tempo com ela, pra conversar com ela, pra matar a saudade, pois a gente não se vê desde que eu fui expulsa daquela escola. Eu sinto falta, de quem inundou meu quarto com a cozinha mágica de brinquedo. Estranho, não? Mas esse foi o fato que iniciou essa jornada, agora, a gente lembra disso como um momento da nossa infância, da nossa nostalgia, que a gente viveu junto, e um momento, pra ser lembrado pra sempre, como um dos mais engraçados da nossa amizade.

”Tu é praticamente minha irmã, sua atentada! Crescemos juntas, praticamente. Vivemos coisas, que nenhuma outra pessoa viveu, pode ter certeza.
Rezarei todos os dias, pra lista de espera do Tubino Sampaio rodar, pra você entrar, mesmo que seja a tarde, NHAC.
Pois só por você, serei capaz de fazer ”turno integral” naquela budega de terceiro melhor colégio do rio grande do sul, hahaha .
Maninha, yo te amo mucho. Sei que a distância corrói, mas a vontade de estarmos juntas um dia, novamente, faz a gente levantar.
E sabemos que isso vai acontecer. E mais cedo do que nós mesmas imaginamos…
Te amo, irmã.”

Rezinha, te amo, e a saudade me corrói aqui dentro. Amo demais. Um grande beijo da tua irmã um ano mais velha ;*

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: