Outro texto de algum tempo atrás.

13 fev

Bom, agora, eu não estou só postando textos feitos por mim, na hora. Estou postando textos que eu fiz há algum tempo, pois como o blog é meu, acho que ter um pouco de ”nostalgia” é bom, mesmo que a data que eu fiz o texto não seja tão longe assim da data de hoje.. Mas não é tão perto também.. […]

bom, irmão, a gente se conhece a pouco tempo, mas já é o suficiente, pra eu te considerar como tal. as vezes, tu dá aquela de irmão mandão, manda eu dormir, manda eu comer. as vezes, dá aquela de irmão cuidadoso, dizendo pra mim não beber, não fazer algo que talvez eu me arrependa depois, mandando eu parar de ter aquelas ideias suicidas. e as vezes dá uma de meu pai me chamando por meu nome completo, ou me chingando por uma razão qualquer. mas né, as vezes é bom isso acontecer. principalmente, quando a pessoa que me manda, me chinga, me ajuda, me cuida, me ama, me adora, me considera, faz eu rir, me anima, me venera, me dá conselhos é você. você é meu irmão, não de sangue infelizmente, mas virou tão meu amigo em pouco tempo, o que me faz considerá-lo como tal. você faz parte da minha viola e da minha canção ♪ você já faz parte da minha vida, não viveria mais sem você, meu irmão pra sempre. te amo pra forevis, brother.

Esse texto é e sempre será dedicado à Netto’Araújo, obrigado por fazer parte da minha vida. Foi escrito em vinte e cinco de novembro de dois mil e dez, não tão longe assim. Beijos gente!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: