Reflexão.

2 set

Eu não preciso ir para praias, praças, lugares calmos, para refletir. Quando entro no meu quarto, todo mundo sabe que eu estou pensando em minha vida, no que eu fiz no dia, no que eu não fiz no dia e os moradores daqui sabem me respeitar, e não entrar, até a porta ser aberta por mim. Eles sabem que existem pessoas depressivas aqui em casa, que ficam pensando na vida de segundo, a segundo, pois além de mim, minha mãe também é depressiva, e eles nos respeitam muito, e nos respeitam mais e mais quando, essa depressão vira loucura e quer virar morte. Mas, quando entro no meu quarto, e penso tudo o que fiz e que eu não fiz, vejo que tenho que dar uma chance a mim mesmo, pois, o dia de amanhã, vai ser muito melhor, com toda a certeza do mundo. Só não gosto quando o dia em questão que a gente pensa que vai ser melhor sja pior que o anterior, mas simplesmente acontece. A gente nunca sabe o que vai acontecer no dia de amanhã. E não adianta descobrir, por que não se vai conseguir. O que se é rotina acontece, mas acontece outras coisas tão fora da rotina, que eu não quero nem pensar. Hoje a minha rotina tem uma coisa extra, a terapia, e hoje eu tenho muito o que falar pra ela, o quanto eu tenho pra falar pra vocês também! E tenho dito! Beeijos 😀

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: